BOAS FESTAS

Os Vogais Eleitos pelo Movimento Independente Sintrenses com Marco Almeida para a Assembleia de Freguesia de Massamá e Monte Abraão​ desejam a todos os mais sinceros votos de um Santo Natal e de um 2016 repleto de muitos sucessos pessoais e profissionais.
image001
Anúncios
por Sintrenses com Marco Almeida - União Freguesias Massamá e Monte Abraão

O Alfaiate Basílio

entrevistaBH_dezembro2015s2.jpgA nobre arte da alfaiataria tantas vezes designada como corte e costura, termo também muito aplicado em relação à conversação, encontra o seu paralelo na moderna e útil ferramenta informática, o Copy&Paste. Em ambos os casos a qualidade e sua correta aplicação dá forma a fatos e factos; uns de vestir e outros em forma de conteúdo escrito. Mas quando empregue de forma deliberadamente errónea decerto que os fatos e os factos não se ajustarão às medidas de quem os veste, nem à realidade de quem os lê, como se tivessem sido feitos como novos e não utilizando sedas, caxemira ou outros tecidos e peças de outros fatos.

 

Deixemos por agora a metáfora. Aquilo que o jornal “Tudo sobre Sintra” publicou no Domingo, dia 6 de Dezembro, (http://www.tudosobresintra.com/2015/12/agenda-cultural-de-sintra-forja.html#more) é um exemplo de como o alfaiate mor do Município está em Sintra. A manta de retalhos que a revista digital Sintra em Agenda dá a conhecer como uma entrevista a Basílio Horta (http://www.cm-sintra.pt/entrevista-basilio-horta) não passa de uma trapaça feita de parágrafos e de adaptações de outros textos e publicações.

 

Este será um exemplo detetado mas, perante tal, não admira que mais existam e, mais não seja, fica uma vez mais demonstrada a falta de respeito para com os munícipes e população de Sintra. Reconhecemos a arte dos alfaiates de serviço à comunicação da edilidade, todavia o exercício de cargos públicos exige seriedade, transparência e rigor na informação. Não vale tudo, e muito menos forjar propaganda e formatar a opinião de leitores com base em porções de textos e palavras de outros.
Que Basílio pouco conhece de Sintra sempre o soubemos e denunciámos; Que a sua habilidade politica e o apoio dos excelentes técnicos municipais vão disfarçando esse défice, também é evidente quando nas suas deslocações se faz acompanhar de um enorme séquito; o que não sabíamos é que o “alfaiate” Basílio, a propósito do 20.º aniversário da classificação da Paisagem Cultural de Sintra como Património Mundial da UNESCO, permitiria a publicação, em seu nome, de uma entrevista que nunca aconteceu feita de afirmações, palavras e publicações de outros.

No mínimo uma faltap4-agenda-dezembro-15 de respeito pela efeméride e pelos sintrenses.

 

Caso para dizer que com fatos destes o “Rei vai nu!”

por Sintrenses com Marco Almeida - União Freguesias Massamá e Monte Abraão